sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Bo é um jovem asno que está cansado de ficar aprisionado em um estábulo, onde sempre anda em círculos para fazer com que o moinho funcione. Incentivado pelo pássaro Davi, seu melhor amigo, ele consegue escapar e, na fuga, se esconde em meio a uma festa de casamento. Ao término do evento, ele é encontrado pela recém-casada Maria, que carrega no ventre aquele que será conhecido como o filho de Deus.

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

MÉDIUNS BRASILEIROS QUE VALEM A PENA CONHECER

BENJAMIN TEIXEIRA DE AGUIAREscritor, conferencista internacional, apresentador de televisão, médium e líder espiritual, Benjamin Teixeira de Aguiar Machado nasceu em 26 de outubro de 1970, em Aracaju, Estado de Sergipe.
Fascinado pelo assunto paranormal e pelo entendimento das angústias da condição humana, depara-se, aos apenas doze anos de idade, com o famigerado “Mito da Caverna”, de Platão, cujas implicações simbólicas, profundamente complexas e místicas, lhe aguçam enormemente a inteligência. Após uma série de estudos, a partir de então, em torno de filosofia oriental e ocidental, bem como sobre fenomenologia extrassensorial e diversas escolas de psicologia de profundidade, especialmente a arquetípica e a transpessoal, torna-se espírita, em fevereiro de 1988.
Inicia, no primeiro semestre de 1989, a faculdade de Direito da Universidade Federal de Sergipe (UFS), prosseguindo no curso até o último ano, quando decide suspender-lhe a conclusão, por sentir não ser este o campo em que deveria trabalhar, passando, desde então, a se dedicar exclusivamente às atividades que já vinha desenvolvendo na área da televisão, do livro e da oratória pública, todas voltadas para a divulgação em massa dos princípios espíritas, em sua feição moderna e progressista.
Em julho de 1988, sua Mentora espiritual, Eugênia, se lhe faz perceptível, pela primeira vez, em experiência de desdobramento, fato este que assinala o início do Instituto Salto Quântico, organização de feição ecumênica, com o fim de disseminação dos ideais espiritista-cristãos, conforme os padrões contemporâneos de pensamento e comportamento, através de uma abordagem racional, pragmática e com embasamento nas modernas descobertas da Ciência, tendo como meta maior a promoção da felicidade, por meio do esclarecimento das consciências, fazendo uso de comunicação de massa, com foco especial na televisão.
Somente em abril de 1989, todavia, ocorre seu primeiro contato, durante o estado de vigília, com o referido Guia espiritual, que o assiste diretamente em todas as atividades dirigidas à coletividade, e cujo nome, Eugênia, lhe é revelado apenas em 1991, quando se iniciam efetivamente os exercícios psicográficos, em crescente desenvolvimento desde então. Hoje, através de sua mediunidade, são lançadas, diariamente, neste sítio eletrônico, páginas de esclarecimento da sapientíssima “Mestra da Felicidade”, entre outros insignes Mentores componentes da “Escola de Sabedoria” (como é intitulada, no Plano Extrafísico), além de editados livros, periodicamente.
Seu primeiro artigo na imprensa, intitulado “A Dor”, vem a lume aos 26 de abril de 1990, no extinto Jornal da Manhã, quando contava exatos 19 anos e meio de idade, iniciando, efetivamente, seu trabalho com o público.
Em 1º de maio de 1991, aos 21 anos, profere sua primeira conferência, no Centro Espírita “Amor e Luz”, na Cidade de Itabaiana, Sergipe. No mesmo ano, começa a participar de atividades radiofônicas espíritas, no ainda existente programa “Momentos de Luz”, na Rádio Atalaia AM, de responsabilidade da Federação Espírita do Estado de Sergipe.
Funda a Sociedade Filantrópica Maria de Nazaré, em 4 de fevereiro de 1992, dando início ao trabalho de reuniões públicas semanais de debate, reflexão e oração, em torno de temáticas espirituais intemporais, com foco nas questões existenciais e necessidades da atualidade (mais informações, no ícone “Atividades” deste site).
Em 22 de janeiro de 1994, lança o programa de televisão – à época, denominado “Além da Morte” –, levado ao ar, ao vivo, ainda hoje, em Sergipe, semanalmente, com uma hora de duração, incluindo ilustrações audiovisuais e apresentando uma abordagem espiritual de cunho ecumênico e universalista, descontraído, moderno e pragmático. Em 3 de junho de 1995, e durante quatro meses, o programa é retransmitido, ao vivo, no mesmo estilo afinado com a contemporaneidade, em rede com o Estado da Bahia, pelas ondas da TV Aratu e suas 4 repetidoras, por aqueles dias, com isso se destacando como o primeiro programa regional televisivo, no âmbito da temática espiritista. Com nova denominação, “Perspectivas Além da Morte”, mas mantendo o mesmo formato, em 29 de janeiro de 1996, o programa passa à transmissão via satélite, pelo sistema TV Executiva, em ondas captáveis por parabólicas analógicas, para o Brasil e mais cinco países adjacentes pelo menos, tornando-se pioneiro, novamente, como o primeiro programa nacional da história do Espiritismo. Em 12 de agosto de 1997, é lançado, igualmente, como o primeiro programa espírita de televisão nos Estados Unidos da América, sendo também o primeiro internacional dos anais do Espiritismo, pelo canal 23 da Comcast, de Danbury, Connecticut, mantendo-se no ar, com periodicidade semanal, durante treze meses. Após duas transmissões em rede nacional, entre julho de 2001 e dezembro de 2004, pela Rede Brasil (TVE-RJ), e entre março de 2007 e janeiro de 2009, pela CNT, o programa então intitulado “Salto Quântico” volta a ser veiculado para todo o Brasil, pela mesma rede CNT (estendida em seu alcance, atualmente com 81 canais de TV), às 8h de domingos (mais informações, no ícone “Atividades”), sendo também disponibilizado aos internautas, semanalmente, por meio deste sítio eletrônico (na seção correspondente, exposta na página inicial).
Desde início de 1994, auxiliado por um grupo crescente de leais e ativos colaboradores, mantém um trabalho social em sua cidade natal, junto à comunidade carente do Bairro Santa Maria, nos arredores de Aracaju, levando a efeito diversas atividades (descritas na página “Atividades” deste mesmo site) voltadas para a promoção integral do ser, com foco principal na educação espiritual, profissionalização, assistência médica e odontológica, entre outros fatores de dignificação e reintegração do indivíduo à sociedade.
Vem a público, em 27 de maio de 1995, seu primeiro livro, o romance psicografado “A Princesa do Mediterrâneo”, que biografa a penúltima reencarnação de sua Mentora espiritual, Eugênia, ditado pelo espírito Gustavo Henrique. Logo após, recebe ensaios iniciais que dariam origem à obra “Andrômeda”, de autoria do próprio espírito Eugênia, retratando cidade homônima do plano extrafísico de vida, situada nas adjacências de Aracaju, mas que termina inacabada, por questões de foro íntimo do médium. A estes vêm se somar os livros dissertativos “Enteléquia”, “Metanoia” e “Alfa-Ômega”, lançados, respectivamente, em 2 de dezembro de 1996, 19 de janeiro de 1997 e 20 de novembro de 1997. Publica, em 25 de julho de 1998, a trilogia: “Retratos do Amor”, “Vincos de Luz” e “Sol de Esperança”, que colige mensagens de espíritos diversos, lançando, em seguida, em 1º de maio de 1999, mais uma obra de sua própria autoria: “Como Ser Feliz – Deus como seu Parceiro”. Em 30 de junho de 2000, é publicado o primeiro livro de mensagens da lavra mediúnica exclusiva de Eugênia, intitulado “Perspectivas”, ao qual se seguem as coletâneas “Em Busca da Transcendência” e “Alamedas”, que reúnem mensagens de espíritos diversos, datadas de agosto de 2000 a janeiro de 2001. “Reflexões Matinais”, primeiro livro-bolso eletrônico, ditado por espíritos diversos, vem a lume em 10 de maio de 2001. Nova coletânea de mensagens, “Em Busca do Si”, também de autores espirituais diversos, é editada em 2004. Em janeiro deste mesmo ano, registra-se a publicação de seu décimo quinto livro, o romance mediúnico “Almas Gêmeas”, de autoria do espírito Gustavo Henrique. Por fim, datado de julho de 2005, seu mais recente lançamento editorial, “Maria Cristo”, constitui obra ditada por sua Mentora espiritual, composta por dois tomos enfeixados em um mesmo volume: no primeiro, a tese que deu origem ao movimento homônimo, com grandiosos Eventos-Celebrações anuais, e, no segundo, o romance, redigido em linguagem agradável e escorreita.
Anualmente, desde 1996, realiza circuito de conferências nos Estados Unidos, fazendo preleções sobremaneira nos Estados de Nova York e Connecticut. Em 1997, a Suíça foi incluída na trajetória de conferências no exterior, pronunciando-se o líder espiritual nas Cidades de Berna, Zurique e Römlung.
Desde o ano de 2000, com o lançamento deste site, publica mensagens de sua lavra mediúnica, diariamente, brindando o público amiúde com verdadeiras pérolas de sabedoria, que bem evidenciam a procedência sobre-humana dos conceitos e ideias propostas, sempre a propiciarem o autoconhecimento em profundidade, a realização pessoal em todos os departamentos existenciais e a busca de comunhão com o Divino.


JOSÉ RAUL TEIXEIRA: Natural da cidade de Niterói (RJ), Raul Teixeira é licenciado em Física, Mestre e Doutor em Educação. Professor aposentado da Universidade Federal Fluminense. É um dos fundadores da Sociedade Espírita Fraternidade, localizada em Niterói (RJ).
  A instituição mantém uma obra de Assistência Social Espírita denominada "Remanso Fraterno", que atende a crianças e família socialmente carentes, apoiando-as no seu soerguimento material e espiritual. Conferencista dos mais requisitados no Brasil e no Exterior, já levou a  mensagem espírita a  45 países, tendo servido como médium na recepção de 35 livros, publicados pela Editora Fráter. É um dos mais requisitados conferencistas espíritas da atualidade. Ao viajar para fazer suas palestras nos Estados Unidos, ele sofreu um AVC, ficando impossibilitado de proferir palestras até momento (2012).

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

SUGESTÃO p/ LEITURA - AGOSTO 2017


Sob as Sombras da Inquisição

 1- SOB AS SOMBRAS DA INQUISIÇÃO (Jorge Sincorá dos Santos): As guerras religiosas na França e a Inquisição espanhola integram o passado sombrio de cada um desses países. Um dos episódios mais dolorosos desses confrontos ficou conhecido como A Noite de São Bartolomeu, quando, ''em nome de Deus'', na madrugada de 24 de agosto de 1572, em Paris, foram praticados atos de barbárie inomináveis, com o morticínio de milhares de protestantes huguenotes. É neste período, em que os valores morais e respeito à vida humana eram desprezados, que se desenrola este romance. Dois espíritos desafetos reencarnados na França como irmãos gêmeos... A perplexidade e a incompreensão de uma jovem espanhola diante de sua mediunidade ostensiva numa época de intolerância religiosa... O interesse político dos reis de França e de Espanha pela união de duas famílias através do casamento de seus filhos... Amor impossível... Tudo isto Sob as Sombras da Inquisição.

2- TODAS AS FLORES QUE GUARDEI ( Sandra Carneiro)Áustria, 1730. Sofia tinha tudo o que se poderia desejar. Era nobre, rica, bonita e inteligente. Por imposição do pai, casou-se com um jovem de muitas posses, que se revelou um marido apaixonado. Contudo, ela trazia em si impulsos incontroláveis que poderiam mudar os rumos de sua vida. Nesta história real que narra três vidas de Sofia ao longo dos séculos, compreendemos que determinadas características da personalidade são traços fortes da alma, estabelecidas ao longo de várias encarnações. Evidencia-se o quanto a revolta dificulta o caminho, enquanto a aceitação possibilita transformar a dor e a adversidade em alavancas para o progresso e a felicidade. Como os personagens deste romance, muitas vezes estamos prestes a jogar tudo para o alto, desistir, simplesmente porque ainda não percebemos como agem as leis universais nem como o amor divino nos abraça em todos os instantes de nossa existência. Com sua consagrada e envolvente narrativa, o espírito Lucius esclarece o leitor sobre sua própria natureza divina e espiritual. O convite é claro: experimente viver plenamente sua espiritualidade e desfrute a riqueza de ser filho de um Deus infinitamente amoroso.

3- O RENASCIMENTO DE UM GUARDIÃO (Marco Antonio Petit)A revelação da história da origem extraterrestre da humanidade e sua interação genética com povos alienígenas mediante as vidas, ou sucessivas encarnações, de um dos guardiões do paraíso terrestre, posteriormente aprisionado à evolução espiritual do planeta Terra, junto com seus companheiros, os chamados anjos decaídos. Uma história baseada em personagens reais com revelações e conhecimentos que vão surpreender o leitor, que após a leitura será desafiado a decidir onde termina a ficção e começa a realidade transcendente, que envolve cada um de nós. Essa obra é inspirada diretamente nas investigações ufológicas sobre o passado e o presente da presença alienígena na Terra, e experiências de contato com o fenômeno UFO do próprio autor, que envolveram um processo de revelação durante uma viagem muito especial. Você não será mais o mesmo depois de ler esse livro, capaz de levar o leitor a profundas reflexões sobre nosso verdadeiro lugar no Universo. Mais do que isso: até que ponto nossas vidas podem ser dirigidas por “alguém”, ou mesmo manipuladas para o estabelecimento da verdade da presença extraterrena no planeta Terra?

4- PAIXÃO ESCRAVA (Rosana Mates)Sebastião tinha apenas oito anos. Era um escravo esperto, inteligente e serelepe. Apesar da pouca idade, tinha uma compreensão muito lúcida dos fatos, algo que já trazia consigo. Filho de Jurema, a serviçal do casarão, sofria maus tratos nas mãos de uma sinhá amarga e fria. Cesário, o senhor da fazenda, buscava de todas as formas protegê-lo da obsessão da esposa. Ele e Jurema viviam um romance proibido que só lhes trazia sofrimento e dor. Ambos guardavam um segredo que mudaria para sempre a vida do negrinho. Sinhá Maria Henriqueta, em meio ao desespero para engravidar, buscava ajuda dos velhos escravos, através das rodas de conversa, nas noites em que os negros se reuniam para conversar com seus ancestrais pleiteando ajuda espiritual. Foi num desses encontros que eles descobriram detalhes obscuros da perversa sinhá e de sua nefasta ligação com antepassados, demonstrando que a vida continua mesmo após a morte. Numa época difícil, em que alguns homens se sobrepunham a outros e tiravam proveito disso, Jurema lutava de todo jeito para desviar Tião das garras de sua cruel senhora e seu capataz. Mas nada evitou o martírio do negrinho, bem como o desenrolar das tramas do destino. Todos os personagens desta emocionante história, ocorrida lá pelos idos do século XVII em terras brasileiras, têm um carma a purgar e muitos ensinamentos a nos transmitir. Até que Tião descubra sua verdadeira identidade, muita dor e sofrimento envolverá a todos.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

5 TAREFAS DAS EQUIPES DE DESLIGAMENTO PARA A MORTE

Somente alguns espíritos encarnados têm a capacidade de auto desligamento, ou seja, de desligar os laços que o prendem ao corpo físico. A grande maioria precisa de ajuda e amparo, pois o processo de desligamento é difícil para nós, que ainda estamos ligados "vibratoriamente" ao planeta. Por esse motivo existe na espiritualidade equipes especializadas no desligamento. Elas realizam suas tarefas de acordo com o merecimento dos espíritos que estão desencarnando. Quando o espírito é merecedor do auxílio que chamaremos de "completo", eles realizam as seguintes tarefas:

1 - PREPARAÇÃO
O ambiente doméstico, os familiares e o próprio espírito que desencarnará em breve recebem visitas quase que diárias para auxílio magnético e preparação. Alguns recebem uma aparente melhora para consumação das sua últimas tarefas e para o último contato com os que lhe são queridos.



2 - PROTEÇÃO
Existem vampiros, obsessores e equipes das trevas especializadas em "vampirizar" os recém-desencarnados. A equipe espiritual tem como tarefa proteger o corpo físico e etérico (até o desligamento total) e o espírito contra as investidas das trevas.

3 - ENCAMINHAMENTO 

Os espíritos recém-desencarnados são auxiliados para o encaminhamento ao local onde serão amparados, seja um Posto de Socorro, uma Colônia Espiritual ou, infelizmente, largados ao léu, isso só acontece com os que não podem ser auxiliados, devido a grandes débitos ou apego em que se encontra. Ninguém pode ser levado para planos superiores do Astral sem estar preparado.


4 - CORTANDO OS LAÇOS 
É comum a presença de espírito amigo ou familiar da última encarnação durante o desligamento. A maior parte dos espíritos de nível "médio" de evolução se mantém mais ou menos conscientes do que acontece (depende o grau de desprendimento e evolução). Por isso a presença da mãe, filho(a), irmã(o), etc, tranquiliza o espírito em processo de desencarnação.

5 - O ROMPIMENTO DO CORDÃO DE PRATA


A grande maioria dos espíritos em processo de desencarne ainda se acha ligada de alguma forma à matéria física, seja por amor à família, aos bens, preocupações com os que vão deixar, etc. Em vista disso o processo desencarnatório é gradual e o rompimento do cordão de prata, última etapa no processo de desligamento, só é realizado (na maioria dos casos) após algum tempo.


   No livro Voltei e Obreiros da Vida Eterna (ambos de Francisco Candido Xavier) os espíritos são amparados por familiares, mãe e filha, respectivamente. O tamanho das equipes é variado e geralmente organizado para amparar grupos de espíritos que desencarnarão em um período específico. Junto a equipe de desligamento encontram-se os amigos espirituais dessa ou de outras vidas, os familiares, os amigos espirituais de trabalho (no caso de médiuns), etc .
Não tenha medo de morrer. Morrer é voltar pra casa.
Fonte: Grupo Socorrista Obreiros do Senhor Jerônimo Mendonça Ribeiro (Retirado do site http://www.meulivroespirita.blog.br


quarta-feira, 16 de agosto de 2017

RESGATE NO UMBRAL: COMO ISSO ACONTECE?

    O poder de agressão que um espírito possa ter é somente aquele que nós mesmos lhe damos ao entrarmos em sintonia vibratória com ele. Nenhum ser inferior tem ascendência sobre outro que lhe seja superior. Logo, quando falamos em casos de obsessão é porque todos os espíritos envolvidos comungam do mesmo estado vibratório e, geralmente, até dos mesmos interesses, não havendo superiores ou inferiores.
    Quando uma equipe socorrista parte em auxílio a algum espírito, é porque este já se encontra em condições de ser ajudado e já permite algum tipo de ligação psíquica de ordem superior pois, do contrário, não haveria possibilidades dele ser socorrido.
    A mesma impossibilidade de afinização vibratória impede que os espíritos inferiores sequer se dêem conta da presença de entidades superiores, que dirá um ataque às mesmas.
    Também temos que nos lembrar que as descrições do umbral, apesar de retratarem um local físico específico, o umbral é um estado de espírito, como o céu e o inferno, no linguajar de outras religiões, também o são.
    Muitas vezes os espíritos que "estão no umbral', são justamente aqueles que estão tão profundamente mergulhados em suas próprias fantasias que não têm a menor percepção do que ocorre à sua volta. Outros, em melhor estado, ainda podem interagir entre si e acabam por se agrupar, como é natural a todo ser humano, formando bandos que perambulam próximos (vibratoriamente falando) do plano físico, já que não têm condições de perceberem ambientes mais evoluídos.
    É ao conjunto desses espíritos com suas idéias e formações mentais que damos o nome de umbral, e não a um local particular.
Autoria: Márcia R. Farbelow e Hugo Puertas de Araújo
Retirado do site:  http://www.meulivroespirita.blog.br